Política Linguística – Idiomas


A importância do estudo de línguas e a internacionalização

Estamos inseridos em um mundo cada vez mais globalizado, com avanços tecnológicos em crescimento vertiginoso, fator que tem ditado o ritmo do progresso científico e, consequentemente, das relações institucionais, econômicas e políticas entre os povos. Considerando essa conjuntura, o estudo de idiomas é um fator determinante para uma atuação profissional e acadêmica de excelência, sendo fundamental para o desenvolvimento pessoal, no âmbito das relações interpessoais e acesso à cultura, entre outros fatores.

Além do inglês, considerada a língua para a comunicação internacional, é fundamental ter conhecimentos de espanhol, por nossa integração com nossos vizinhos da América Latina, e outros idiomas como italiano, francês, alemão, mandarim, japonês, de acordo com as demandas profissionais e educacionais de cada pessoa.

E como aprender uma nova língua? Cada estudante tem seu perfil e ritmo de aprendizagem, além de necessidades específicas em relação ao idioma e a disponibilidade para se dedicar aos estudos. Sendo assim, além do estudo formal, o ideal é fazê-lo de forma combinada com a suas atividades cotidianas como a leitura de jornais e de literatura, ver filmes e séries, jogos, músicas, contato com pessoas de outras nacionalidades nas redes sociais, além da possibilidade de participação em programas de intercâmbio. Confira aqui os programas de mobilidade promovidos pela Assessoria de Relações Internacionais do Centro Paula Souza para os seus alunos e servidores.

Confira o Manual

O que são exames de proficiência e para que servem?

Link úteis

Cursos (de férias e outros)